A restrição da fabricante de softwares Microsoft ao número máximo de 25 licenças que podem obter a atualização gratuita para o Windows 7, em compras feitas por empresas ou usuários residenciais, foi criticada por um analista da consultoria Gartner nesta segunda-feira (29/6).

A Microsoft anunciou seu programa de atualização para o Windows 7 na última sexta-feira (26/6),  incluindo fabricantes de PCs no Brasil, quando informou que forneceria licenças gratuitas para fabricantes de PCs até 31 de janeiro de 2010.

Mas a empresa “esqueceu” de divulgar um detalhe: EXISTE A RESTRIÇÃO DE 25 LICENÇAS POR EMPRESA.

Realmente, era de se estranhar. De qualquer forma, agora está tudo de volta a normalidade. 🙂

Fonte: IDG Now